terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Justiça condena homens que tatuaram testa de adolescente no ano passado

Justiça condena homens que tatuaram testa de adolescente no ano passado (Foto: Reprodução)
Atitude dos homens se tornou viral na internet abrindo espaço para discussão sobre o tema (Foto: Reprodução)
Maycon Wesley Carvalho Reis e Ronildo Moreira de Araújo, responsáveis por tatuarem a frase "Eu sou ladrão e vacilão" na testa de um adolescente de 17 anos, em junho do ano passado, foram condenados pela justiça do estado de São Paulo. Ambos não poderão recorrer em liberdade.
No parecer, a Justiça entendeu que os dois homens agiram com lesão corporal gravíssima e constrangimento ilegal.
Maycon Wesley foi condenado a três anos de reclusão em regime inicial semiaberto por lesão corporal gravíssima e quatro meses e 15 dias de detenção em regime inicial semiaberto por delito de constrangimento ilegal.
Pelos mesmos crimes, Ronildo vai responder, respectivamente, a três anos e seis meses de reclusão em regime fechado e cinco meses e sete dias no semiaberto.
O CASO
O caso ocorreu no mês de junho de 2017 no município de São Bernardo quando o rapaz foi acusado pelos dois homens de ter roubado uma bicicleta. Um vídeo gravado mostra o momento da rendição dele.
O rapaz sempre negou ter roubado o objeto e passa por tratamento psicológico e sessões para remover a tatuagem da pele.
(DOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chuva com ventos fortes impressiona e deixa prejuízos em Itaituba

Portas e janelas de vidro quebradas, destelhamento de casas e brinquedos do parque afetados, foram alguns dos danos deixados pelos vento...