I

I

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Liminar da justiça garante permanência do delegado Conrado em Itaituba



A liminar favorável concedida ao delegado, tipifica que ele não pode ser transferido de Itaituba sem justa causa.

A “novela” sobre a transferência do delegado Conrado Wolfing, de Itaituba para São Félix do Xingú, finalmente teve um desfecho, e com final feliz para ele e seus apoiadores. O delegado conseguiu uma liminar da justiça que garantiu a sua permanência na cidade, Conrado encarava o pedido de transferência como perseguição política, uma vez que a cidade necessita de novos delegados, ao invés de transferi-los.
Liminar favorável foi concedida na última sexta-feira (14). Mesmo com a permanência dele em Itaituba, será entregue no dia 27 de Junho um abaixo-assinado para o governador do estado, Helder Barbalho, com mais de 8.700 assinaturas de pessoas contrárias à saída do delegado.
Por outro lado, existe a possibilidade de uma real transferência caso haja a comprovação de que ele, assim como qualquer outro delegado, tenha cometido algum tipo de crime ou que venha a responder um processo administrativo disciplinar grave. A promotoria também entrou com um pedido para mais efetivo para a Polícia Civil.
O Giro encontrou em contato com o delegado, que preferiu não comentar sobre o assunto.
Em um documento expedido pelo Ministério Público, que o Giro teve acesso, consta alguns requerimentos de delegados quanto à estrutura da delegacia, como também no tocante a presença de mais delegados em Itaituba, após uma reunião solicitada pela Polícia Militar para saber da demora dos procedimentos, inquéritos e Termo Circunstanciado de Ocorrência.
Conrado tem 51 anos, é natural de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e entrou na Polícia em 2014.
Fonte: Portal Giro

Nenhum comentário:

Postar um comentário